Destaques

Porto dos Amantes

[Veja os livros já publicados pelo autor »]

Galeria

[Veja a galeria de fotos »]

Paulo Caldas estilo e publicações

Estava traçado o vôo. Em 1985 lançou Asas pra Que te Quero?. Em 1988, publicava Esses Bichos Maravilhosos e Suas Incríveis Aventuras, pela Editora Atual de São Paulo. Na sequência vieram República dos Bichos (1991), Destino Cidade (1993), Alma de Artista (1994), O Fascínio da Caixa Preta (1994), A Tecla Sigma (1995); no gênero infantil e Flores para Cecília (1996), As Faces do Escorpião (1997), A Cor da Pele (2001), O Sol Além da minha Rua (2003), Um Anjo Chamado Alegria (2005), para adolescentes. Em 2007 chega ao público adulto com A Lua em Sagitário e em 2009 lança Sob um céu de domingo, todos com o selo das Edições Bagaço.

Em paralelo, em 1987, publicou para o público adulto Reflexões Sobre a Terceira Idade, enfoque da situação dos idosos no Brasil e em 1996 a segunda edição (revista, ampliada e ilustrada) de No Tempo do Nosso Tempo uma Volta aos anos 60.

Atualmente, possui uma obra reconhecida e respeitada entre os escritores do seu tempo. Os livros de Paulo Caldas, há mais de 20 anos, têm tido boa acolhida pelo público jovem e têm sido adotados sistematicamente pelas escolas.

Estilo - Linguagem direta em parágrafos curtos, variando entre o satírico e o poético ou simplesmente informativo faz, em muitos momentos, o texto assumir o perfil de um roteiro cinematográfico, o que torna a leitura fácil e agradável ao público ao qual se destina.

Personagens - Em alguns momentos procura aduzir traços da personalidade de muitas figuras expressivas na formação dos personagens, mas sem que os mesmos assumam a personalidade do autor.

 

Página 2

1 | 2 | home