Destaques

Porto dos Amantes

[Veja os livros já publicados pelo autor »]

Galeria

[Veja a galeria de fotos »]

Paulo Caldas estilo e publicações

Quem é - Nascido no Recife, em 1945, cresceu entre os sonhos de jogar futebol e desenhar. Com o passar do tempo, porém, as figuras rabiscadas ganhavam pequenos textos, tipo legenda, e foram se tornando cada vez mais presentes. Aos 22 anos, já fazia jornal de bairro, publicações mimeografadas do tipo "Diga a verdade e saia correndo", com outros rapazes de sua turma no subúrbio recifense de Água Fria.

Cronologia - Na década de 70, trabalhando na função de economista da Companhia Energética de Pernambuco, dada a facilidade para compor os textos, era o escolhido para redigir projetos e outros trabalhos que requeressem o dom da escrita. Nessa época, escrevia também cartas aos jornais reclamando das mazelas sociais da cidade.

Em 1980, publicou em parceria com o cronista Evaldo Donato a primeira versão (quase artesanal) do livro No Tempo do Nosso Tempo, reunião de crônicas sobre a juventude do Recife nos inesquecíveis anos 60, com o selo da editora alternativa Edições Pirata.

A partir de então, publicou ainda Anatomia do Baixa Renda, crônicas bem-humoradas sobre o cotidiano do cidadão dos subúrbios recifenses. Quando já pensava em escrever sobre as trapalhadas da classe média emergente, surgiu um desafio: preparar, em breve tempo, um texto para um lançamento exclusivo de livros infantis no bairro de Casa Forte.

Com receio de não se sair a contento, mas estimulado pelo desafio, escreveu uma história sem muita pretensão, daquelas que se inventa pra menino dormir. E deu certo. Nascia Era Uma Vez Um Quintal, na Semana da Criança de 1982.No ano seguinte veio Era Uma Vez uma Fazenda.

Página 1

1 | 2 | home