Destaques

Porto dos Amantes

[Veja os livros já publicados pelo autor »]

Galeria

[Veja a galeria de fotos »]

Sobre os 25 anos dedicados à ficção literária

Na primeira fase da carreira, tempo dos bichos humanizados, os anti-heróis criados por Paulo Caldas encaram desafios. Assim, surgiram Era uma vez um quintal, Era uma vez uma Fazenda, Asas pra que te quero?, Destino Cidade, República dos bichos.

Na segunda fase, tempos de aventura, escreveu O fascínio da caixa preta, Alma de artista, A tecla sigma, Esses bichos maravilhosos e suas incríveis aventuras pela Atual Editora (SP) e As faces do escorpião.

No terceiro momento, quando o amor se contrapõe aos preconceitos, Paulo Caldas concebeu Flores para Cecília, A cor da pele, O sol além da minha rua, Um anjo chamado Alegria, A lua em sagitário e Sob um céu de domingo, todos com o selo das Edições Bagaço.

Do seu currículo literário constam ainda publicação do Anatomia do baixa renda (Edições Pirata), Reflexões sobre a terceira idade (Edição do autor) e No tempo do nosso tempo, uma volta aos anos 60(Edições Bagaço), em parceria com Evaldo Donato.

Paulo Caldas participou ainda de outras antologias de poesias e contos, com destaque para Fauna e flora nos trópicos, organizada por Lourdes Sarmento e Beatriz Alcântara para a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará.  Pernambuco terra da poesia, organizada por Antonio Campos e Cláudia Cordeiro e Panorama do Conto em Pernambuco, organizada por Cyl Gallindo e Antonio Campos, ambas publicadas pelo Instituto  Maximiano Campos -Editora Escrituras, entre outras.

[« Voltar]